top of page
  • Foto do escritorMichele Costa

Omar and Cedric: If This Ever Gets Weird

Existem diversos motivos para uma pessoa documentar sua vida: não esquecer, revisitar no futuro e contar sua história aos demais. Omar Rodríguez-López começou a documentar sua vida aos sete anos, desde então, ele anda com uma câmera registrando o seu dia a dia. É através dessas memórias que surgiu Omar and Cedric: If This Ever Gets Weird, documentário que narra a trajetória de dois amigos inseparáveis que formaram as bandas At The Drive-In e The Mars Volta. 


omar and cedric if this ever gets weird

Omar e Cedric Bixler-Zavala se conheceram na infância. Filhos de imigrantes, os dois compreenderam ainda cedo a dificuldade de crescer nos Estados Unidos. Vivendo com supremacistas, os amigos nunca se encaixaram naquele espaço - até surgir o punk rock. Assim, os amigos encontram a liberdade e transformam a angústia e o ódio em músicas. A partir dos laços, Omar e Cedric estabelecem uma parceria criativa, onde cada um se complementa no outro. 


Dividido em três partes, Omar and Cedric: If This Ever Gets Weird narra a história dos dois, além de compartilhar o surgimento de At The Drive-In, brigas, términos e perdas. Mas não é só isso: o documentário de Nicolas Jack Davies aborda os conflitos de uma banda que começou em El Paso, Texas, e que estourou rapidamente, assustando os membros. Já no início, Omar explica que ele e Cedric fizeram um pacto: se a banda tomasse outro rumo, eles sairiam. Para eles não é o sucesso que importa, mas a crença. Manter-se fiéis às suas ideologias é difícil, mas ambos conseguiram (até certo ponto). 


Leia também:


Com um acervo gravado há vinte anos, Omar and Cedric: If This Ever Gets Weird traz imagens que completam a narração dos amigos. Acompanhamos o crescimento deles, a procura da família por um lugar que os pertença e a paixão pela arte. Mesmo quando a At The Drive-In acaba, os amigos não desistem de continuar seguindo na música: assim, surge The Mars Volta, banda com som mais experimental, progressivo e com pegada latina. A criação do grupo, assim como o desenvolvimento, estão no documentário. 


A terceira parte apresenta os anos que passaram afastados um do outro. Em decorrência da perda de Jeremy (vocais e efeitos em The Mars Volta), cada um processou o luto de maneira diferente: enquanto Omar seguiu com a arte, Cedric voltou para a cientologia. Assistimos à distância dos melhores amigos, casamentos, nascimentos dos filhos, o desespero e o reencontro entre os dois. 


Omar and Cedric: If This Ever Gets Weird é um documentário sobre recomeços. 



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page