top of page
  • Foto do escritorMichele Costa

Conheça: MADRE

A palavra madre pode ser interpretada de três maneiras: mãe, freira ou algo novo, a partir de uma base sólida e firme, construída ao longo dos anos. A MADRE de Luiza Mendes Pereira pode ser vista como uma mistura dos diversos significados, mas contém duas características que a transformaram em única: sua intensidade e sentimentos. 


Após um hiato de quatro anos, a artista volta à frente de si mesma, acompanhada de sua guitarra. MADRE nasceu em 2021, durante o isolamento social e o auge da pandemia, resultando em uma amálgama de angústia, desejo, ruído, devaneios e catarse sonora; "um buraco pra fugir do vazio". Inclusive, este período conturbado pode ser visto nas três faixas que foram divulgadas, carregadas de riffs, sensualidade e muito rock. 


O projeto dialoga com a nova Luiza - que não é mais a mesma da extinta banda INKY que era vocalista, compositora e instrumentista - e suas inspirações que transitam entre Radiohead, Elza Soares, Rita Lee, PJ Harvey e Björk. O timbre de sua voz desperta sua liberdade e poesia, preenchendo os vazios deixados por um mundo caótico e doloroso. 



"Caos" e "Transe" são canções melancólicas, que soam como uma marcha fúnebre. Enquanto a chuva acontece lá fora, a artista está presa, dentro de casa, se perguntando se é pedir demais para sentir algo enquanto vive aquele nevoeiro. 


madre
Créditos: Estudio MU

Já em "Sirenes", seu último lançamento, traz o barulho ensurdecedor que ouvimos durante dois anos e meio. "Um dia eu estava tocando guitarra e reparei no número absurdo de ambulâncias que passavam na minha rua. Aquelas sirenes simbolizavam bem o contexto e a angústia daquele momento. Então fiz um dedilhado e compus a letra, que fala sobre isso", conta Luiza sobre o processo de criação. A canção apresenta o lado B de Vazio Obscuro, o primeiro álbum solo da artista, que assina a produção musical ao lado de Luccas Villela. 


O disco de MADRE sairá pela Seloki Records ainda este ano. 


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page