top of page
  • Michele Costa

Show: Pérolas Negras

No último sábado, 7, o teatro do Sesc Santo André brilhou com Alaíde Costa, Eliana Pittman e Zezé Motta. As três divas da músicas se juntaram para apresentarem o show "Pérolas Negras", que percorre clássicos de compositores e compositoras negros. Com duração de mais de uma hora, as artistas colocaram o público para dançar e cantar.


Eliana Pittman abre o show. Com um vestido branco com brilhos, lembra Iemanjá. Sua voz potente encanta as pessoas que a assistem sem piscar os olhos. Após cantar três canções, ela para na frente do palco para conversar com o público. Engraçada e sem papas na língua, faz todo mundo rir. Um cara na plateia a xaveca e ela responde: "pô, você tá acompanhado. Tinha que ser de Santo André." e cai no riso. Ela agradece a presença de todos e volta a cantar, dessa vez Cartola, "Preciso Me Encontrar".


Alaíde entra em seguida. Ela revive a canção "Me Deixa em Paz", cantada com Milton Nascimento em "O Clube da Esquina" (1972). Quarenta anos depois, nada mudou: a voz e a emoção de Alaíde seguem iguais da gravação. Em um determinado momento, ela pede licença para tirar os sapatos - "fui teimosa em calça-los" -, tira-os e fica à vontade. O ápice fica por conta de "Travessia", também de Milton; a emoção surge nos versos: "Solto a voz nas estradas/ Já não quero parar/ Meu caminho é de pedra/ Como posso sonhar?".


A banda muda de ritmo e Zezé Motta inicia a cantoria ainda atrás das cortinas. Segundos depois, ela aparece no palco e as palmas e gritos tomam conta do teatro. Alegre e sorridente, a multiartista dança e se performa no palco, deixando a música invadir sua alma. Ela explica o motivo que a faz continuar interpretando a música "Tigresa": "Caetano fez pra mim" e ri. Mais do que justo, Zezé! Com uma guitarra potente, ela começa a cantar ao ritmo do rock’n’roll. "Pérola Negra", de Luiz Melodia, também está no repertório e é interpretada de um jeito único, bonito do início ao fim.



No final do espetáculo, Alaíde e Eliana se juntam com Zezé. O palco vira uma festa. Eliana canta e faz graça, enquanto as amigas dão continuidade às músicas. Em um momento, ela diz para Alaíde: "apresenta ele [o baterista]" e a amiga responde: "Já apresentei" e o público cai na risada. Aliás, Alaíde samba no palco e Eliana grita "Essa é a primeira vez que vejo Alaíde dançar" e bate palma. Além de celebrar as vozes negras, o show comemora a amizade das três amigas e a longa carreira de cada uma. Depois de dois anos e meio vivendo o inferno, mais do que justo celebrar a vida com boa música e ótima companhia.


Com direção musical de Joan Barros e direção artística de Thiago Marquez Luiz, "Pérolas Negras" traz canções de Cartola, Criolo, Candeia, Milton Nascimento, Jorge Ben, Johnny Alf, Martinho da Vila, Gilberto Gil, Tim Maia, Luiz Melodia, Djavan, Leci Brandão, Paulinho da Viola e Ataulfo Alves.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page