• Desalinho

Cemitério Vertical

Durante três meses, um grupo de 12 artistas estudaram a obra "Necropolítica", do filósofo Achille Mbembe, as noções de biopoder/biopolítica de Michel Foucault e as ações do Brasil atual. O objetivo da pesquisa foi realizar um campo de experimentações, onde esses artistas sentissem livres para criar uma obra, tanto no campo da atuação, quanto no campo da dramaturgia, que refletisse o estudo.


Ao final do processo, surgiu "Cemitério Vertical", um experimento ceno-expressivo virtual composto por 12 solos, via streaming, com dramaturgia assinada pelo grupo e direção assinada por Eric Lenate. O espetáculo está em curta temporada e será apresentado somente nos dias 24, 25, 31 de julho e 1° de agosto.


"Cemitério Vertical" é uma espécie de condomínio funerário onde todos que o habitam foram colocados, em maior ou menor nível, de maneira imposta e impiedosa. Com 90 minutos de duração, acompanhamos 12 histórias que misturam um futuro distópico com a realidade que vivemos. O grupo retrata temas como uma Cabeça sendo comida por dentro, uma mulher artista, psicanalista e pesquisadora workaholic que vai perdendo sua sanidade e a identidade durante a pandemia; um idealista que relembra sua trajetória, refletindo sobre seus desejos; um jornal baseado em fake news do Whatsapp; uma bala perdida que acerta mais um corpo negro, entre outros.


O elenco é formado por: Diego Lima, Juliana Poggi, Lorena Garrido, Luís Paulon, Maria Amélia Lonardoni, Maria Eduarda Pecego, Michelle Braz, Paloma Alecrim, Paulo Castello, Rebecca Loise, Renato Izepp e Vinícius Aguiar.


Os ingressos variam de R$ 10 a R$ 50 e estão sendo vendidos no Sympla Streaming. Clique aqui para obter o seu ingresso.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo