Em seu livro "Sobre a Fotografia", Susan Sontag faz uma reflexão de como a fotografia foi mudando a sociedade, no século 19 até os anos 70. Lançado em 1977, a autora parte da ideia de como lidamos com a fotografia e a importância dela aos indivíduos. Apesar de ter mais de 40 anos desde a publicação original, o livro continua sendo atual. Durante a pandemia, a fotografia ganhou espaço para retratar a vida, situações e expressões, criando imagens que serão divulgadas, mostrando o sentimento daquele momento. Em uma das passagens do livro, Susan aprimora esse objetivo: "Enquanto pessoas reais estão no mundo real matando a si mesmas ou matando outras pessoas reais, o fotógrafo se põe atrás de sua câmera, criando um pequeno elemento de outro mundo: o mundo-imagem, que promete sobreviver a todos nós." Em um passado não tão distante, as pessoas se encontravam, jogavam conversa fora, se abraçavam e retratavam aquele momento para, quem sabe, mostrar aos filhos e netos como foi sua geração. Agora, em isolamento, o contato mudou, tornando-se virtual. Para diminuir a saudade e mostrar a diversidade presente na grande metrópole, Bia Ferrer e Priscilla Torelli pretendem revelar que são as pessoas que moram, frequentam, trabalham no bairro Vila Buarque, em São Paulo, no projeto A Cara da Vila Buarque. O projeto A intenção do A Cara da Vila Buarque é construir uma narrativa sobre a diversidade existente nesse pedaço da cidade, traçando um paralelo com a cultura contemporânea. De interesse sociológico, estético e cultural, o objetivo é também construir um memorial imagético dessa parcela da população, que com idades e personalidades diversas, revelam signos culturais da época e da região. Para colocarem em prática o projeto, elas questionam: qual é A cara da Vila Buarque? A mostra de images com fotografias das pessoas que vivem e respiram a Vila Buarque será exibida inicialmente, de forma virtual, no perfil do Instagram @acaradoslugares. E, em breve ganhará as ruas por meio de lambes e projeções em prédios do bairro. Sobre o bairro Localizado na região central de São Paulo, a Vila Buarque é cheia de diversidade, mesclando história e modernidade. Foi no bairro que Chico Buarque conheceu Gilberto Gil. Foi também o local onde Flora Purim e Airto Moreira se apaixonaram. Aqui também está localizado o antológico Teatro Anchieta, do Sesc Consolação, e o Teatro de Arena. Em outubro de 1968, ocorreu a Batalha da Maria Antônia, entre estudantes da USP e do Mackenzie.

©2020 por desalinho. Criado com Wix.com