Desde 2019, a cantora, compositora, preparadora vocal, empresária, fundadora da Cor e Voz, e ativista no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes pela campanha "Ninguém Mexe Comigo", Bruna Caram, vem abordando a arte como cura, luta e união. Dois anos depois, ela volta a cantar pela união no seu novo álbum, intitulado "Afeto e Luta - Bruna Caram canta Gonzaguinha". Através do seu instagram, Bruna fará lives, nos dias 28 e 29 de abril, às 20h, para relembrar Gonzaguinha, uma das vozes mais poderosas do Brasil. Além disso, personalidades importantes participarão da live, como: Zé Renato, Jean Wyllys, Roberta Sá, Luciana Mello, Diego Moraes, Zeca Baleiro, Chambinho do Acordeon, Gabriel Leone e muito mais. "O que mais amo na obra de Gonzaguinha é que sua indignação soa cheia de alegria. Na obra dele, a luta por dignidade humana soa como a única luta possível, com espontaneidade e verdade. É um prazer cantá-lo em tempos de intolerância. Gonzaguinha nos faz redescobrir a esperança", explica a artista. Na quinta-feira, 29, data que completa 30 anos da morte do compositor, a artista lança sua versão da faixa "Redescobrir", com participação de Zé Renato, do grupo Boca Livre. O próximo disco de Bruna Caram deve ser lançado no final de 2021. O álbum conta com roteiro e pesquisa de repertório de Jean Wyllys, produção musical de Norberto Vinhas (que também assina a produção do álbum) e direção de interpretação de Cris Ferri.

Bruna Caram canta Gonzaguinha