Entre os dias 27 de julho e 1° de agosto, acontece a 3° Mostra de Teatro de Heliópolis. Idealizada pela MUK e pela Companhia de Teatro Heliópolis, a Mostra tem o objetivo de compartilhar o teatro produzido por grupos e artistas que desenvolvem seus trabalhos em regiões periféricas do Brasil. Online e gratuito, a 3° Mostra de Teatro de Heliópolis conta com espetáculos, gravados em vídeos, dos grupos: Companhia de Solos & Bem Acompanhados (RS) com a apresentação de "Caio do Céu", Cia. Pão Doce de Teatro (RN) que mostrará o espetáculo "A Casatória c’a Defunta", Eró Criação e Produção (RJ) com a peça "Constância"; Cia. do Sal (SP) com "Macacos" e, para finalizar, o artista Jhoao Junnior (SP) - com sua arte intitulada "Portar(ia) Silêncio". Além disso, o festival traz ainda lives com representantes dos grupos selecionados e integrantes da equipe da Mostra e um debate sobre a produção do teatro periférico brasileiro. A programação completa será transmitida pelas redes sociais da Cia. de Teatro Heliópolis. Para assistir as apresentações, acesse o Facebook ou o Instagram da companhia. Essa edição tem a curadoria de Alexandre Mate, professor e pesquisador do Núcleo Paulistano de Teatro, com direção artística assinada por Miguel Rocha, fundador da Cia. de Teatro Heliópolis e Daniel Gaggini está à frente da direção de produção. A 3° Mostra de Teatro de Heliópolis foi viabilizada pelo ProAC Expresso LAB - Eixo Premiação, pelo histórico de realizações da MUK. (Foto: Luiza Saad) Confira a programação Terça-feira (27/07) 19h - Caio do Céu: Caio Fernando Abreu é visceral, sincero, confessional; um biógrafo do emocional, um fotógrafo da fragmentação contemporânea, um tradutor do seu tempo. "Caio do Céu" transpõe seu universo para o palco utilizando crônicas, cartas, contos, poemas, textos teatrais, depoimentos, música ao vivo e projeções. O espetáculo ainda traz para a cena o próprio artista por meio de vídeos com trechos de suas narrativas. 20h - Live com Deborah Finocchiaro, da Companhia de Solos & Bem Acompanhados Quarta-feira (28/07) 19h - "A Casatória c’a Defunta": cinco atores, gravados em selftape, contam a história do medroso Afrânio, que está prestes a se casar com Maria Flor, mas, acidentalmente, casa-se com a fantasmagórica Moça de Branco, que o conduz para o submundo. Lá, o jovem faz valorosos amigos e aprende uma grande lição. Porém, Afrânio está disposto a não desistir do seu amor verdadeiro, mesmo que isto lhe custe sua própria vida. 20h - Live com Mônica Danuta, da Cia. Pão Doce de Teatro Quinta-feira (29/07) 19h - "Portar(ia) Silêncio": é um espetáculo que parte das narrativas de vida de migrantes nordestinos, rumo à cidade de São Paulo, que trabalham como porteiros de edifícios da capital paulista. A obra lança olhos sobre os efeitos da migração na vida do indivíduo, partindo de uma abordagem crítica sobre a palavra falada, o sotaque e os efeitos do colonialismo, tendo a profissão de porteiro como metáfora para problematizar o servilismo dos dias atuais. 20h - Live com Jhoao Junnior Sexta-feira (30/07) 19h - "Constância": o boi, o animal mitificado em várias culturas no sertão brasileiro é tema central de narrativas tradicionais. A partir destas narrativas, "Constância" utiliza a representação do boi e a persistência desse símbolo no imaginário sertanejo para falar do homem do sertão e sua precária sobrevivência. O boi representa o negro em sua saga pela liberdade. O espetáculo mostra que rememorar, significar, transcender em arte nos fortalece com a força da ancestralidade. 20 - Live com Joana Marino, da Eró Criação e Produção Sábado (31/07) 19h - "Macacos": um espetáculo que se envolve a partir do relato de um homem negro em busca de respostas para o racismo presente em seu cotidiano. Trata-se de um fluxo de pensamentos, desabafos e elucidações que remetem à história do Brasil, de seu povo e de personalidades, como Elza Soares, Machado de Assis e Bessie Smith, culminando com as estatísticas sobre o encarceramento e a execução de jovens negros no país. 20h30 - Live com Clayton Nascimento, da Cia do Sal Domingo (01/08) 19h - Debate: Produção Teatral Periférica (Vagas para 100 pessoas / Zoom) Inscrições até 30/07 para o e-mail: producao.ctheliopolis@gmail.com Ficha técnica Idealização: MUK e Companhia de Teatro Heliópolis Direção: Miguel Rocha Direção de produção: Daniel Gaggini Curadoria: Alexandre Mate Produção: Dalma Régia e David Guimarães Assessoria de imprensa: Eliane Verbena Designer gráfico: Amanda Daphne Vídeo promocional: Grazie Pacheco Site: Rafael Érnica Realização: Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura e Governo de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa por meio do ProAC Expresso LAB.

3° Mostra de Teatro de Heliópolis