top of page
  • Foto do escritorDesalinho

Vânia Mignone: De Tudo se faz Canção

No próximo sábado, 1 de abril, o Instituto Tomie Ohtake exibe a exposição "De Tudo se faz Canção", trazendo a retrospectiva da trajetória de Vânia Mignone.


Com curadoria de Priscyla Gomes, a exposição reúne mais de uma centena de obras, resgata os percursos da artista nos mais diversos formatos: desenhos, colagens, ilustrações para obras literárias, capas de disco, gravuras e pinturas. O conjunto reunido chama atenção pela vivacidade das cores, pela expressividade de figuras em grande dimensão, além da diversidade de suportes e técnicas que aparecem conjugados, mostrando um vasto universo de experimentação, em que referências da propaganda, do design, do cinema, das histórias em quadrinhos e da música convivem com trabalhos em escalas distintas.


A mostra empresta o título de um verso da música "Clube da Esquina nº 2", de Milton Nascimento, Lô e Márcio Borges. A partir das conversas entre a curadora e a artista, a proposta foi resgatar a importância da MPB no processo criativo de Vânia Mignone. Dessa maneira, a artista paulistana faz recorrente alusão ao seu anseio de fazer de sua pintura canção, contagiando aquele que a observa.


(Créditos: Everton Ballardin | Edouard Fraipont)


Sobre Vânia Mignone

Vivendo e trabalhando em Campinas, Vânia Mignone formou-se em artes plásticas na UNICAMP e em publicidade na PUC Campinas. Na década de 1990, envolveu-se com pintura e desenho, duas características que fazem parte da sua obra desde então. Participou de diversas exposições, mas destacou-se com "Ecos", no Museu de Artes Visuais da UNICAMP e "Eu Poderia Ficar Quieta Mas Não Vou", no Sesc.


Vânia Mignone - De Tudo se faz Canção

Data: 01/04 a 04/06

Horário de funcionamento: Abertura: das 11h às 15h | terça a domingo, das 11h às 20h

Local: Instituto Tomie Ohtake - Av. Faria Lima, 201 - Pinheiros

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page