• Desalinho

Os Desafios de uma Pandemia: História que Ninguém Conta

Chega na estação do metrô São Paulo-Morumbi, a exposição “Os Desafios de uma Pandemia: História que Ninguém Conta” que reúne versos, prosas, contos, poemas e relatos de pessoas em situação de rua retratando a sobrevivência durante a pandemia de Covid-19. O projeto é idealizado pelo Arsenal da Esperança, instituição que dá assistência para pessoas em situação de vulnerabilidade.


Além do acolhimento, o Arsenal promove anualmente um concurso literário com o objetivo de estimular o intelecto destas pessoas. Neste ano, o desafio foi retratar o período conturbado para o mundo e como os olhos observaram a pandemia. Os três primeiros colocados são: Ezequias F. que, em forma de poema mostrou a fragilidade de todas as vidas; Leandro A., que abordou, em uma crônica cotidiana, o contágio do amor que a doença trouxe à tona; e Walter T., que em versos, retratou a dor de quem vive na rua e se vê diante da vulnerabilidade.


Com apoio da ViaQuatro e ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas Amarela e Lilás do metrô, a exposição começa na linha 4 amarela São Paulo-Morumbi até o dia 31 de outubro. Em seguida, a mostra poderá ser vista na estação Paulista (linha 4-amarela) e Largo Treze e Santa Cruz (linha 5-lilás). A curadoria fica por conta Patrícia Strebinger e Deserre Suslick, com fotografia de Mônica Zanon.


Esse mês, acontece o lançamento oficial do livro que leva o mesmo nome da exposição, na sede do Arsenal da Esperança, localizado nas instalações da antiga Hospedaria de Imigrantes. Todo dinheiro arrecadado será revertido para as atividades promovidas pelo Arsenal e para construção de trailers de banho itinerantes para moradores em situação de rua, projeto do Banho da Esperança.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo