• Desalinho

Nise da Silveira: A Revolução Pelo Afeto

A partir do dia 8 de dezembro, o CCBB Belo Horizonte receberá a exposição "Nise da Silveira: A Revolução Pelo Afeto". O mote foram os 22 anos da morte de Nise da Silveira, além do número, 22, ser associado à loucura no imaginário popular, tema abordado de forma revolucionária pela psiquiatra.


A mostra reúne telas e esculturas de artistas do Museu de Imagens do Consciente ao lado de peças feitas por Lygia Clark, Abraham Palatinik e Zé Carlos Garcia, retratos de Alice Brill, Rogério Reis e Rafael Bqueer; vídeos de Leon Hirszman, reproduções de desenhos de Carl Gustav Jung, aquarelas e fotos de Carlos Vergara. A curadoria é do Estúdio M’Baraká, com consultoria do museólogo Eurípedes Júnior e do psiquiatra Vitor Pordeus.


(Fotos: Rogério Von Krüger)


O público vai passear pelos precursores da arteterapia em oposição aos tratamentos da época, a questão do afeto, para, depois, ver a chegada da alagoana ao Rio de Janeiro, a passagem pela prisão, as mulheres com quem conviveu, entre elas a sambista Dona Ivone Lara; até fazer um mergulho no inconsciente, explorando também a questão territorial do Engenho de Dentro enquanto espaço de exclusão e metáfora, na linha engenho interior versus engenho exterior.


A exposição "Nise da Silveira: A Revolução Pelo Afeto" também poderá ser vista de qualquer lugar através dos sites oficiais do CCBB e da exposição. Além disso, é possível ouvir o que se vê através da Experiência Sonora Descritiva, onde os áudios recriam os ambientes da mostra com dramaturgia.


Serviço - "Nise da Silveira: A Revolução Pelo Afeto"

Data: 08/12/2021 a 28/03/2022

Local: Centro Cultural Banco do Brasil - Praça da Liberdade, 450 - Funcionários, Belo Horizonte

Horário de funcionamento: de quarta à segunda, das 10h às 22h | Agendamento prévio no site da Eventim - obrigatório uso de máscara

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo