top of page
  • Foto do escritorDesalinho

Dia Mundial da Língua Portuguesa

A potência e a influência das culturas africanas no Brasil e no português falado no país ganham espaço no Dia Mundial da Língua Portuguesa 2024 do Museu da Língua Portuguesa. O evento acontecerá no sábado, 4, e vai reunir artistas do Brasil, Angola, Guiné-Conacri, Moçambique e Portugal com performances e gastronomia. Um dos destaques é o show de encerramento na Praça da Língua com a brasileira Fabiana Cozza e o português de ascendência cabo-verdiana Dino D’Santiago. Gratuita, a programação vai começar às 10h e se estenderá até as 19h.  


Toda a programação do Dia Mundial da Língua Portuguesa 2024 no Museu é inspirada na mostra Línguas africanas que fazem o Brasil, a próxima exposição temporária, a ser inaugurada no fim de maio. Curadores da ação neste ano, o músico brasileiro Tiganá Santana e o escritor angolano Kalaf Epalanga vão atuar como mestres de cerimônias.   


dia mundial da língua portuguesa
Ermi Panzo (Divulgação)

Paralelamente às performances artísticas, haverá uma feira de gastronomia e outros produtos no Saguão B. Das 10h às 17h, o público poderá adquirir objetos de origens africanas ou afrodiaspóricas, além de saborear alimentos como acarajé. Às 16h, a editora Todavia, que tem lançado os livros de Epalanga no Brasil, como Minha pátria é a língua pretuguesa: crônicas e Também os brancos sabem dançar, promoverá uma sessão de autógrafos com o autor.   


Abordando diversos elementos das culturas africanas no Brasil, em diferentes linguagens artísticas, o Dia Mundial da Língua Portuguesa 2024 no Museu dialoga com o assunto de sua próxima exposição temporária, a Línguas africanas que fazem o Brasil. Desta forma, o evento servirá como um esquenta: a mostra está prevista para ser inaugurada no fim de maio. 


Já no domingo, 5, no dia oficial do Dia Mundial da Língua Portuguesa, a entrada do Museu também será gratuita para todos os públicos. 


Confira a programação do Dia Mundial da Língua Portuguesa


11h - Ermi Panzo e Slam das Minas O escritor e bailarino angolano Ermi Panzo se junta ao paulistano Slam das Minas na abertura da programação do Dia Mundial da Língua Portuguesa no Museu. Ele apresentará uma performance que mostrará vivências sobre a arte e a cultura africanas na diáspora. Já o grupo feminino fará uma batalha poética sobre a realidade das mulheres em uma cidade como São Paulo. Grátis (sem necessidade de retirada de ingresso) - No Saguão Central da Estação da Luz 


13h - Fanta Konatê Referência cultural de Guiné-Conacri, a cantora e compositora Fanta Konatê mergulha em sua carreira de 21 anos nesta apresentação no Museu. O show também presta uma homenagem a bailarinas da cultura mandén, ligada ao Império de Mali do século 13. Grátis (sem necessidade de retirada de ingresso) - No Saguão Central da Estação da Luz 


15h - Otis Selimane Composições que mesclam jazz, rap, trap e new soul farão parte do repertório do show do moçambicano Otis Selimane. O trabalho do cantor e educador é influenciado por ritmos como marrabenta, de seu país natal, e kwela, da África do Sul.   Grátis (sem necessidade de retirada de ingresso) - No Pátio B do Museu 


17h - Funmilayo Afrobeat Orquestra O ritmo nigeriano afrobeat e brasilidades fazem parte da musicalidade da Funmilayo Afrobeat Orquestra. Formado por mulheres e pessoas não binárias negras, o grupo lançou o álbum Funmilayo em 2022, com canções com tambores, piano, contrabaixo, sopros e coros. Grátis (sem necessidade de retirada de ingresso) - No Pátio B do Museu 


19h - Fabiana Cozza e Dino D’Santiago A cantora brasileira Fabiana Cozza e o músico português com ascendência cabo-verdiana Dino D’Santiago encerram a programação do Dia Mundial da Língua Portuguesa no Museu. Samba, hip-hop e soul vão ser tocados na apresentação pelos dois, que terão a companhia de uma banda comandada pelo baixista Fi Maróstica. Grátis (necessário retirar ingressos, a partir das 17h30, na bilheteria do Pátio A - até dois ingressos por pessoa) - Na Praça da Língua e no Auditório do Museu 


10h às 17h - Feira de artesanato e de gastronomia Vinte expositores vão vender produtos de origens e inspirações africanas ou afrodiásporicas em uma feira montada no Saguão B do Museu. O público poderá comprar objetos como turbantes e bijuterias artesanais. Comidas como acarajé também estarão à venda. Grátis (sem necessidade de retirada de ingresso) - No Saguão B e Pátio B  


Dia Mundial da Língua Portuguesa no Museu

Data: 4 de maio, das 10h às 19h

Endereço: Praça da Língua, s/nº - Luz – São Paulo  

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page