• Desalinho

Co Yby Oré Retama - Esta Terra É Nosso Lugar

É a partir das memórias afetivas que o artista plástico Andrey Guaianá Zignnatto constrói suas obras. Equilibrando forças da vida urbana e sua ancestralidade indígena, Andrey cria artes para reconstruir um tekoa (lar) em tempos sufocantes. O resultado do processo pode ser visto na exposição Co Yby Ore Retama (Esta Terra É Nosso Lugar) que acontece no Museu da Cidade de São Paulo - Solar da Marquesa de Santos.


Com curadoria assinada por Sandra Ará Reté Benites e produção de Ellen Navarro, a mostra conta com obras em diversos modelos, como escultura, instalação, performance, vídeoarte, objetos, pintura e fotografia. As obras foram utilizadas a partir de materiais de concreto, cerâmica, saco de cimento, jenipapo, carvão e livros. Os trabalhos são frutos das memórias afetivas da época em que o artista atuou como pedreiro, dos 10 aos 14 anos de idade, e das memórias ancestrais.


(Foto: Reprodução)


A escolha do Solar da Marquesa não aconteceu por acaso: o centro cultural está localizado onde antes do período colonial paulista foi Inhapuambaçu, aldeia Tupinaky’ia da qual Zignatto é descendente por parte de pai e que sofreu apagamento total de seu universo ancestral. "Apoiado sobre essas poucas memórias que me sobram como herança, na arte e suas muitas potências, me esforço para desenvolver um processo de reflorestamento do universo ancestral de minha família, onde este esforço se inicia no território de seu próprio pensamento e espírito e toma forma em meu trabalho", explica.


Serviço: Co Yby Ore Retama - Esta Terra É Nosso Lugar

Solar da Marquesa de Santos - Rua Roberto Simonsen, 136 - Sé, São Paulo

Terça a sexta, das 10h às 16h | Sábado, domingo e feriados, das 10h às 17h

Entrada gratuita, sem necessidade de agendamento ou retirada de ingresso. Obrigatório o uso de máscara.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo